.

RSS

Projetos para a casa 1 - Área de serviço

Boa tarde, queridos.

Nessa postagem começo a compartilhar com vocês meus planos mais ambiciosos para o meu apê. Tenho planos para basicamente todos os cômodos da casa, mas os meus maiores alvos sempre foram a área de serviço e o escritório. Já consegui alguns pequenos progressos no escritório desde que me mudei, mas infelizmente (ou não) não tenho fotos do antes para postar aqui.
A área de serviço, por outro lado, permanece exatamente como sempre esteve. Assim:
Nossa área de serviço atualmente. Lastimável, eu sei.
Pois um dia o meu digníssmo acordou inspirado e disse que consideraria dar um jeito nela! Não perdi tempo e corri pro meu novo software favorito, o Sketchup para fazer um projeto. Fui modificando ao longo do tempo, e eis o que deu:

Projeto para a área de serviço feito em Sketchup e renderizado com V-Ray
Incorporei sob o tanque, onde atualmente é o 'canto de enfiar tudo', duas "latas" de lixo, para poder fazer a separação de reciclável, com abertura basculante. Sobre o tanque, um armário imitado de um que encontrei na internet, fabuloso pra quem tem áreas minúsculas como a minha e quer organizar o material de limpeza. No armário superior, ficam as reservas - material de limpeza que o digníssimo compra sempre em estoque pra um ano inteiro. Nas cestinhas ficam os produtos de limpeza em uso e afins. No beiral da janela, a minha hortinha, que atualmente está na varanda.
O que acharam?
Ainda não sou nenhuma mestre na arte de fazer renderização, estou brincando pra descobrir, mas achei que esse projeto já ficou beeeem melhor que os anteriores.

Agora só me falta aprender marcenaria, porque tá difícil contar com marceneiro. Tenho um projeto de pergolado faz quase um ano e não acho quem faça =p
Alguém tem um ponta-firme em BH pra indicar?

Mandem aí suas ideias, sugestões, problemas ou projetos parecidos.
Até a próxima!


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Ideias geniais

Uma das grandes tendências em arquitetura e decoração hoje é fazer muito com pouco. Os apartamentos ficam cada vez menores, e precisamos ser criativos para tornar esses pequenos espaços funcionais.
Para quem, como eu, adora os programas de design da Discovery H&H, é bastante frustrante ver quanta coisa linda é possível fazer quando se tem um espaço amplo. Raramente aparece um episódio que dá ideias de como tornar cômodos apertados versáteis.
Geralmente, o que você "economiza" (considerando que até os apês pequenos estão absurdamente caros) comprando uma metragem menor, você tem que gastar para mobiliar e decorar sob medida para as suas necessidades. Um exemplo claro disso e que eu amo de paixão são os móveis multifuncionais desenhados pelos italianos. No Ponteio Lar Shopping, aqui em BH, uma loja vende esses produtos italianos. Um varal dobrável grande (~2m de largura), que se compacta para até 50cm de largura, chega a custar R$1300. Mas se você tem condição pra isso, o céu é o limite. Vejam o Life Edited, por exemplo. O projeto é espetacular, mas agora que o apartamento está à venda, estão pedindo uma pequena fortuna. Você não conhece o projeto? Então dá uma olhada na palestra no TED. No momento, inclusive, tem um projeto rolando em São Paulo.
Basicamente, não há criatividade que chegue para quem tem um orçamento tão apertado quanto o apê.
Os japas, claro, avançam na frente também nesse setor.
Mas olha só que genial essa solução criada pelos portugas, você aí que sempre tirou sarro deles. Os caras projetaram uma micro-casa feita especialmente para estudantes, ou seja, gente que precisa de funcionalidade, tem pouco tempo e, principalmente, pouco dinheiro. A ideia era que a casa fosse barata, economizasse energia e água e atendesse as necessidades básicas de um estudante: área para estudar, cama confortável, lugar para guardar livros e demais materiais, cozinha e banheiro. O resultado foi esse aqui:



Entrem no site e vejam mais fotos da casinha por dentro. Simplesmente linda! E tudo em 10m²! Um prato cheio pra quem curte design sustentável. Quero voltar pra faculdade - em Portugal - só pra morar em uma casinha assim.

O que acharam? Conhecem mais projetos assim? Compartilhe com a gente. =)

Alguns links interessantes:
Móveis italianos Multifuncionais: EUA, ItáliaBrasil (1)

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Organizando a cozinha

Bom dia, aprendizes de decoradores!

Hoje o projeto que compartilho com vocês é bem mais simples.
Meu digníssimo namorido, Sanzio, a-d-o-r-a chá e mais ainda temperos, pimenta, etc. Quando me mudei, tudo isso ficava sobre a única bancada que temos em nossa minúscula cozinha de apê. Infelizmente não tenho foto do antes, porque já faz um tempo bom que eu fiz esse projeto e nem sonhava em fazer um blog sobre isso. Mas é simples imaginar: todos os chás ficavam em suas respectivas caixinhas - umas 15 caixinhas de chá empilhadas no fundo, contra a parede - e os temperos e afins sobre a nossa bandeja de café, no balcão. Pra completar, tínhamos vários potinhos pequenos com vários temperos, inclusive repetidos. Papel toalha, alumínio e filme ficavam enfiados no armário. 
Aproveitei que o digníssimo foi viajar e fiz um passeio com minha cúmplice favorita, minha sogra, que mora no nosso prédio. Compramos numa lojinha de artesanato duas caixinhas de chá pra afixar na parede, e um 'porta-papéis' com espaço superior. Passamos um fim de semana de muito trabalho braçal, lixando e pintando, com tinta de parede, as peças.
No final, depois de tudo seco, a surpresa: As gavetinhas de chá não entravam mais nas caixas! A tinta tinha engrossado tudo, a ponto de nada caber no lugar. E lá vamos nós lixar de novo. Sério, no dia seguinte parecia que eu tinha feito cinco horas de academia. A tinta desgastou e ficou falha. Já estava começando a ficar deprimida quando montamos tudo e tivemos a surpresa boa: a tinta gasta deu um visual antigo super legal! Aí o resultado final:

Ainda falta muito pra ficar do jeito que eu gostaria, mas agora temos a bancada da cozinha livre. Comprei um porta-temperos na C&C para ajudar na organização.
Ah, importante: depois de terminado com a pintura e o 'lixamento', passei verniz para dar durabilidade para o material ;)

Minha sogra tem umas fotos bem engraçadas de mim enquanto trabalhava nesse projeto. Vou pegá-las mais tarde e adiciono aqui pra vocês verem os ossos do ofício.
Se você também já teve projetinhos assim, cheios de surpresas, compartilhe com a gente nos comentários.

Abraços. E Mãos à obra!

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Mesa de bar customizada

Bom dia, pessoas!

Pra aquecer os motores, um projetinho 'Faça Você Mesmo' que eu fiz aqui em casa e AMEI!

Tenho uma varanda aqui no apê que era abandonada quando me mudei. Com o tempo, fui dando meu jeitinho nela: arrumei o jardim, dei fim no que não servia para nada ou estava estragado... E queria colocar uma mesinha com umas cadeiras para poder sentar pra tomar uma cerveja de vez em quando. Fui procurar mesas e cadeiras de jardim nas lojas de material de construção/decoração (Leroy Merlin e cia.) e achei coisas lindas, mas com preços muuuito salgados.
Revirando o peixe urbano um outro dia, encontrei aqueles ladrilhos hidráulicos adesivos em promoção. Escolhi esses aqui:
http://www.grudado.com.br/adesivo-de-azulejo-mix-sensacoes
Tínhamos uma mesa antiga de bar, dessas de lata, com quatro cadeiras, encostada aqui em casa. Tudo bastante enferrujado. Dei uma boa limpeza nelas, tratei a ferrugem, pintei com tinta spray, colei os ladrilhos adesivos e voilá!

Ok, não foi tão simples assim.
Mas foi bastante simples. Aqui vai um passo-a-passo se você quiser fazer algo parecido, e com algumas dicas de erros que eu cometi e você pode evitar, conseguindo um produto final melhor que o meu. Dá até para fazer em mesas e cadeiras de outros materiais, como madeira e ferro.

Primeiro algumas informações básicas:
Custo médio: Depende bastante de quantas cores você vai colocar e como vai decorar o tampo da mesa. Os ladrilhos adesivos variam de R$40 (em sites de compras como westwing, peixe urbano ou groupon) até R$150 (em redes de lojas como Americanas, que colocam o lucro delas sobre o preço dado pelo fornecedor - de quem você geralmente pode comprar direto). Cada lata de tinta custa de R$20 a R$30, e dá tranquilamente para pintar duas peças. O meu projeto ficou, com os demais materiais, em torno de R$230.
Tempo: 3 dias a uma semana, por causa dos intervalos de secagem e dependendo do seu tempo livre.
Material:
Se houver ferrugem ou sinais dela, antes de mais nada você vai precisar de:
- Lã de aço (tipo Bombril ou até uma mais grosseira);
- Anti-ferrugem: como este aqui.
Demais materiais:
- Lixas d'água de 400 - para mesas como a minha;
- Zarcão - preparador para metal;
- Aguarrás;
- Recipiente para diluir zarcão;
- Pincéis ou rolinhos para aplicar o zarcão;
- Latas de tinta spray;
- Luvas e máscara (para usar durante todas as etapas);
- Bastante jornal;
- Fita crepe;
- material decorativo que desejar (no meu caso, os ladrilhos).

Como fazer
1. Procure um local sem vento e espaçoso pra fazer a pintura, e forre-o bem com o jornal, fixando com fita crepe. Forre bem MESMO, especialmente quando for usar o spray, porque ele espalha muito a tinta.
2. Limpe bem todas as superfícies, e esfregue com bombril e lixa para remover as irregularidades. Remova o pó sempre após lixar.
3. Aplique o anti-ferrugem conforme especificado na embalagem. Preste atenção aos locais mais "escondidos" para não esquecê-los - isso vale para todas as etapas.
Mesas e cadeiras com anti-ferrugem
4. Após o período de secagem do anti-ferrugem, retire novamente as irregularidades com lixa, e lixe bem toda a superfície, para dar porosidade para o zarcão e a tinta fixarem bem.
5. Limpe.
6. Dilua e aplique o zarcão conforme as recomendações na embalagem do produto. Nesta etapa, tente deixar a camada de zarcão o mais regular e fina possível. Também tome muito cuidado para não manchar roupas, chinelos, e qualquer coisa que houver por perto. Esse troço é difícil de tirar!! rs
Primeira cadeira com zarcão aplicado
7. Após o período de secagem do zarcão especificado na embalagem, lixe novamente para criar porosidade e limpe. A superfície deve estar regular e sem pó.
8. Teste o spray para ter uma noção da quantidade de tinta que sai a cada jato, e do quão dispersa ela sai. Assim você evita colocar tinta demais ou de menos, o que é sempre um problema com tinta esmalte. Você pode testar em um pedaço de jornal ou numa parte da superfície que fique escondida.
9. Aplique a tinta em spray primeiro nas partes inferiores (debaixo da cadeira e da mesa) e mais escondidas.Também priorize as áreas irregulares, como os pés da cadeira, porque quando você pintá-los a tinta respingará nas demais superfícies. Assim, quando você chegar a elas, não aplica mais tinta sobre os "respingos" e evita o acúmulo. Aplique o spray com movimentos regulares e pressão constante.
10. Utilize as informações dadas na embalagem da tinta sobre demãos e tempo de secagem. São geralmente duas ou três demãos, com intervalos de 5 a 10 minutos entre si. Depois da segunda demão, verifique se todas as superfícies estão bem cobertas. Aplique a terceira somente se houver necessidade.
11. Deixe secar pelo período especificado na embalagem.
Todo o conjunto após três demãos. Forrei mal, o chão da garagem ficou pintado.
12. Planeje e aplique a decoração na mesa e/ou nas cadeiras, conforme desejar. É importante planejar bem antes, porque você pode estragar a pintura se retirar algo para fazer de novo. Escolhi bem a ordem e posição da aplicação dos ladrilhos antes de fixá-los.
13. Posicione onde você deseja e pronto!
Conjunto no local de destino: minha varanda. Ficaram algumas falhas na pintura, por excesso de tinta, mas o aspecto geral ficou muito legal!
Por fim, mais alguns cuidados básicos: evite deixar sua 'obra de arte' sob sol forte, chuva, etc. Obviamente, o efeito constante do sol ou da água vai acabar estragando a pintura. Também não coloque nada sobre a pintura e deixe sob sol direto. Provavelmente, o que quer que você tenha colocado, vai grudar na tinta e ficar marcado. Nada que você já não deva fazer com móveis de uma forma geral.

É isso, gente! Espero que tenham gostado e aproveitem as dicas.
Se alguém fizer, dando certo ou errado, poste nos comentários como foi e uma foto da sua obra.

Mãos à obra!

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

De onde veio a casinha de brinquedos?

Para as pessoas que me conhecem desde criança, não é nada estranho eu criar um blog com a temática de construção e decoração. Para quem me conheceu depois da biologia, ou não me conhece, pode parecer bem estranho.
Sou bióloga de formação e tenho mestrado em Ecologia. Mas os meus interesses sempre foram muito além. Quando criança, eu passava muitos dias criando. Se não fosse texto (uma paixão que eu deixo para o meu outro blog), eram casinhas de bonecas, jogos, mini-cidades, mobília e até carros pra brincar. Qualquer coisa servia de matéria-prima. Já usei caixas de sapato, de leite longa vida (aquelas pra 12 caixas de 1L), caixas de fósforos, latas, cartolina, e até recortes de folhetos de promoção. Basicamente, o que sobrasse na minha mão, eu inventava uma moda.
Cheguei a considerar fazer arquitetura quando procurava uma faculdade, mas acabei passando de primeira em Biologia. A essa altura já estava apaixonada por ecologia também, e acabei seguindo carreira. Mas a "arteira" dentro de mim fica gritando pra sair. Agora que finalmente estou estabelecida por tempo indeterminado numa casa quase minha, posso deixar minha imaginação voar e, quem sabe, executar alguns projetos. Pra terminar de satisfazer minha necessidade por decoração e afins, criei esse blog. Assim como as minhas casinhas de brinquedos de quando eu era menina, esse é o reduto da minha imaginação.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS